/SOUGAY

/SOUGAY

Gay. Post por post.

You can scroll the shelf using and keys

Apaixonado (só) por carros.

01/11/2010 ,

Então. Fui pro Salão do Automóvel, nesse fim de semana.

Acordei às 4:30 da manhã, pra pegar o voo das seis. Fiz conexão em Curitiba e, às 10 horas, cheguei em São Paulo. Um tanto tarde, né? Afinal, Maringá fica a pouco mais de 600 quilômetros de Sampa. É porque, além da conexão, um passageiro despachou a bagagem mas não embarcou… aí, por questões de segurança, tiveram que garimpar a bendita bagagem e por pra fora da aeronave. Vai que tem uma bomba?

Minha tia, um amor de pessoa, foi me buscar em Congonhas. E, tão logo cheguei, meu tio (irmão da minha tia) me acompanhou para ir até o Anhembi. Ele havia chegado dois dias antes. É aquele que tornou-se padrinho da minha irmã. Pegamos um ônibus, fomos até a Estação Santa Cruz e, de lá, pegamos o metrô da linha azul, até a Estação São Bento, nossa primeira parada.

“Tenho que trocar uma camisa” – disse meu tio.

Quando saio da estação, vejo uma ladeira íngreme e um monte de gente se esbarrando. Estávamos na 25 de Março. Meu Deus. Instantaneamente, lembrei-me das ruas de Ciudad Del Este, onde estive em julho deste ano. Entramos no Shopping 25 de Março, que, na verdade, é um camelódromo. Um emaranhado de barraquinhas, todas iguais. Ficamos vinte minutos andando ali, tentando achar a lojinha onde meu tio havia comprado a camiseta furada.

“Você quer comprar alguma coisa?”

Olhei o que havia. Camisas pólo Lacoste a 10 reais. Calças Calvin Klein a 30. Pensei bastante. Tipo, uns dois segundos.

“Não, não, tio. Obrigado”.

Se tem algo que eu não aceito é comprar produto pirata (exceto CDs de música japonesa…). Além de ridículo – é explícita a pirateação -, você compra algo com qualidade duvidosa. Muito melhor pagar 20 reais numa boa camiseta Hering básica, do que comprar uma camiseta mequetrefe com um “trifoil” vagabundo da Adidas, que, na primeira lavagem, fica toda esgarçada, com a gola ondulada.

Entramos novamente no metrô, e seguimos até a Estação Portuguesa-Tietê. De lá, pegamos um ônibus gratuito até o Anhembi.

“Nos encontramos onde, SG, para irmos embora?”

“Hum… a gente se encontra aqui (aponto no mapinha), no estande da Audi, beleza?”

“Tá bom. Então, até logo!”

Andei com gosto. Estava no paraíso. Sempre adorei automóveis, desde criancinha. Bati várias fotos. Dei voltas e mais voltas nos carros brilhando. Aproveitei cada atração, cada atividade. Adorei os estandes da Aston Martin e da Jaguar. Eles colocaram homens bonitos ao lado dos bólidos, e não somente mulheres siliconadas com decotes enormes, como fez a Platinuss, para apresentarem o Spyker Aileron e o Koenigsegg CCX-R. Mas é compreensível, né? O mundo automotivo sempre foi eminentemente masculino (heterossexual).

Eram 17 horas. Rumei para o estande da Audi. Cadê o meu tio? Esperei. Esperei. Esperei. Nada. Tentei ligar no seu celular. Nada também. Esperei mais um pouco. Resolvi sair à sua procura, mas sem êxito. Decidi sentar-me nos fundos do estande da Audi, e apenas esperar. Até que ele me encontra.

“Ué? Por que você não foi me encontrar lá?”

“Mas, tio, a gente não tinha combinado aqui, na Audi?”

“Não… era lá na Volks… não era?”

Duas horas esperando e andando perdido, com sono e fome,  já não tinha forças pra discutir qualquer coisa. Queria apenas ir embora.

Mais tarde, já na casa da minha tia, meu tio diz:

“Puxa, mas cadê as fotos das mulheres, SG? Só tem carro nessa câmera!”

“Ah, então… eu tava tão empolgado com os carros que eu nem me preocupei com as beldades…”

“Ah, tá…”

Tenho certeza de que desconfia de mim. Mas só desconfia. Deve pensar: “Puxa, o SG não deve ser gay… ele é fanático por carros… acho que ele é só meio tímido.”

Hahaha. Sou tímido. Sou fanático por carros. Sou apaixonado por homens. Quase, tio. Você quase acertou.

This slideshow requires JavaScript.

Advertisements

Nem pense em sair daqui, sem comentar!

Please keep your comments polite and on-topic.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

comments

Quase não é o suficiente! hahahahaha Tem razão! Você é o único aficcionado por carros que eu conheço, pelo menos… Mas de certa forma isso dá uma disfarçada… hahahaha Um Bjão!

Tar

01/11/2010