/SOUGAY

/SOUGAY

Gay. Post por post.

You can scroll the shelf using and keys

500 days of Summer.

10/12/2010 , ,

Filme bonitinho, esse. Típica diversão de alguém que lateja de dor de cotovelo, como eu.

Acabou traduzindo duas coisas minhas atuais: o difícil processo de aceitação de que o namoro já era. E meu apreço e interesse por arquitetura.

Outra coisa legal do filme é a ambientação: Los Angeles fora mostrada não como a cidade da putaria, das perseguições policiais e das explosões. Apenas fora mostrada como um singelo e bonitinho palco para o…

…amor.

Não consigo deixar de ser cafona.

Advertisements

Nem pense em sair daqui, sem comentar!

Please keep your comments polite and on-topic.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

comments

Muito fofinho esse filme, mas tem coisas que eu não concordo totalmente. Pés no chão SG! Mi raccomando!!! Um bjão!

Tar

10/12/2010

Cafona não é de todo ruim… rs

Beijo!

Três Egos

10/12/2010

Esse filme foi um dos melhores que já assisti na vida. Me inspirei nele pra começar a escrever no blog.

Thiago

10/12/2010

Ai… não curto falar desse filme… todo mundo adora… menos eu!

Achei tãããããoooo clichê, tão óbvio, tão esperado… Ou talvez eu tenha lido críticas extremamente favoráveis que levaram às alturas minhas expectativas.

Tá… admito: o filme é bom. Mas foge muito pouco do convencional… tá, agora é um cara sofrendo… e?

Melhor parar por aqui… eu amo cinema e tbm amo isto nessa deliciosa arte: a diversidade de opiniões que o mesmo filme provoca. E respeito todas =D

Ei, adorando sua participação lá no blog, viu? 😉

Um xêro e bom fds!

in.Constante

10/12/2010

Sensibilidade não é cafonice…O seria de nós gays que já sofremos tanto com a vida se não soubéssemos amar?
Abraço!!!
Cheguei nesse post após ler o blog todo…é uma delícia!!!
Realmente foi uma ótima idéia criar o blog!!!
Parabéns!!!

Jean Borges

30/12/2010