/SOUGAY

/SOUGAY

Gay. Post por post.

You can scroll the shelf using and keys

Pipocando.

26/02/2011

O voo foi tranquilo. Por se tratar de um turbo-hélice, a aproximação à pista de pouso se deu um tanto “radical” demais, mas nada muito anormal. Meu primo e minha tia estavam à minha espera, no portão de desembarque.

Logo depois do almoço, resolvi ir junto com minha prima ao fórum, onde ela faz estágio com a irmã do meu padrinho. Queria cumprimentar a juíza (que a chamarei de Dra. T.) que tão bem me recebeu e ensinou, em julho de 2009, mês em que também fiz estágio em seu gabinete.

Da portaria do prédio, avistamos o sedan prateado estacionar ao meio-fio. Fomos em direção ao carro. Ao abrir a porta do passageiro da frente, percebi que, no assento, havia uma grande bacia de pipocas. Era sexta-feira. Dia da chefa levar agrados para o pessoal.

Dra. T., baixinha, dirigindo com luvas, eu segurando uma bacia de pipocas, e minha prima no banco de trás. No curtíssimo trajeto de 500 metros até o fórum, deu tempo de conversarmos um tanto. Fui parabenizado pela formatura. Fui perguntado sobre a finalidade da minha estada em Campo Grande. E respondi o que tinha que responder.

“Hum… muito bom, SG. Sabe, sempre me disseram que eu iria sentir saudades da faculdade. Olha, eu não senti saudade até hoje! Trabalhar é tão mais legal! Ter autonomia, aprender por conta própria… bem melhor do que a bitolação da faculdade, viu?”

“É… olhando o seu lustroso Toyota 2011 com bancos de couro, e todo o status e poder que uma magistrada possui, de fato, a faculdade não teria mesmo capacidade de deixar saudade alguma.” – pensei, superficialmente.

No estacionamento do fórum, rumamos para os elevadores. Fui levando a pipoca. Estava prestes a entrar no meio de transporte mais seguro do mundo, mas Dra T., com sua simpática cordialidade, me deteve. Protocolos burocráticos: não é permitido utilizar os elevadores portando alimentos, bebidas ou coisas do gênero.

“Nos encontramos no primeiro andar!” – disse, sorrindo, enquanto as portas se cerravam.

Fui pela escadaria.

Subi um lance de escadas. Primeiro andar. Olhei para frente, avistei um corredor que nunca tinha visto. Fique lá, zanzando, com uma baciona de pipocas entre as mãos. Três funcionários me estranharam. Sorri, “ictericicamente”:

“Er… onde é mesmo o gabinete da Dra. T?”

“Subindo as escadas, no primeiro andar, vire à direita, é a última porta à esquerda”.

Hehe. Besta. Se você estava na garagem, no subsolo, e subiu um lance de escadas, você está no… térreo!

Subi.

As duas estavam à minha espera, no corredor, preocupadas.

“Se perdeu, é?” – toda faceira, a Meretíssima.

“Ah. É que faz um tempinho já que não vinha aqui, né? – respondi.

Sim. Já faz um tempinho.

E, por capricho da vida, cá estou eu de novo, no fórum. Segurando uma bacia de pipocas.

Tentando me reencontrar.

Advertisements

Nem pense em sair daqui, sem comentar!

Please keep your comments polite and on-topic.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

comments

Que bom que tenha ocorrido tudo bem…
Minha última viagem, eu retornei com a TAM e confesso que ao pousar, sentir um calafrio, insegurança devido aquele acidentes nos quais o boing não conseguiu freiar…
Agora é só curtir o calor do kct que faz ai, e aproveitar bem sua estadia ae na cia de seus familiares…
Forte abraço!

Ro Fers

26/02/2011

Que essa viagem ajude nesse reencontro!
Bjo!

Jean Borges

26/02/2011

Milenios que nao venho aqui … nao gosto de aviões, nem pousos, nem decolagens … pipocando, muito legal a sacada … po mas se bem que a Dra. T poderia levar algo assim mais glamouroso que combinasse com seu Toyota …

BSvoxx

26/02/2011

Huahuahuahua!

SG

27/02/2011

Achei a situação engraçada… hahahaha
Eu sou mestre em me perder, sério… Tenho cada história com isso que você não faz ideia… Posso imaginar exatamente como você se sentiu… xD
Trabalhar em um fórum deve ser massa (acho que a Merentissima pode passar a sensação muito bem, né?)
Só mais um comentário: “Sorri, ‘ictericicamente'” foi a forma mais elegante que eu já vi para descrever um sorriso amarelo… hahahaha

Um abraço, rapaz… Até o próximo

Júlio César Vanelis

27/02/2011