/SOUGAY

/SOUGAY

Gay. Post por post.

You can scroll the shelf using and keys

Elegância.

02/03/2011

Acho muito elegante, homem que veste terno e gravata.

Mas odeio usar essa dupla tripla.

A começar pela camisa. É falta de prática, eu sei. Mas é um inferno abotoar o botão do colarinho. Cena engraçada a minha, fazendo isso: eu, de frente para o espelho, com a garganta esticada, testa franzida e boca torta, num esforço descomunal para colocar o bendito botão na casinha. E depois, tem os botões da manga…

A calça, tudo bem. É uma calça. Feia. Mas uma calça.

Depois, vem a gravata… no YouTube, adicionei como favorito um vídeo que ensina, passo-a-passo, como dar um Half-Windsor Knot na gravata. Sempre que preciso, vou fazer o nó em frente ao PC.

Por último, o paletó… aquela coisa densa, pesada, sisuda. No inverno, ok. Tá frio. E no verão? Ou nos dias malucos em que o El Niño (ou seria a La Niña?) insiste em inverter o frio pelo calor. Terno e gravata combina com ar-condicionado. Ponto.

Durante toda a faculdade, nunca adquiri o hábito de me vestir “socialmente”. Camiseta e calça jeans. E nos dias quentes, bermuda. Esse era o meu repertório diário. Só que agora, surgem necessidades sociais que exigem calça social, camisa social, sapato social… E nesses poucos, mas cada vez mais frequentes, episódios em que tive de me vestir assim, tenho aprendido algumas coisas:

  1. Começar a se  preparar 40 minutos antes do normal.
  2. Vestir uma camiseta de algodão por baixo da camisa. A pizza será difícil de evitar. Mas, pelo menos, ela não aumentará de tamanho e não se alastrará pelas costas e pelo tórax.
  3. Nunca usar meias brancas. A não ser se a ocasião pedir traje à la Michael Jackson.
  4. E, sem meias, só chinelos.
  5. A barra da calça deve estar logo acima da metade do salto do sapato.
  6. Em hipótese alguma, usar sapato marrom claro (doce-de-leite) com cinto dessa mesma cor. E nem aquelas lanchas quadradonas parecidas com bicos de ornitorrinco.
  7. Gravatas com estampas e cores duvidosas, compridas ou curtas demais, nem pensar. O ideal é estarem na altura da cintura.
  8. Se você quiser parecer um defunto, abotoar todos os botões do paletó. Se não quiser, deixar o último livre, leve e solto.
  9. Fugir dos modelos de três ou quatro botões.
  10. E o tamanho, nem enorme, nem apertado demais. O suficiente para cair bem nos ombros e permitir certa liberdade nos movimentos cotidianos. A manga deve ser comprida o bastante para deixar de dois a três centímetros do punho da camisa à mostra.

É muita regra, para pouca coisa, não? Para que serve uma gravata? Eu respondo. Serve para você perder tempo dando o “Half-Windsor Knot”, no único escopo de apertar-lhe a goela, e ter uma bela tira de pano pendurada no pescoço. Nem limpar o nariz pode. Para isso, tem os lenços “Presidente”.

Sério. Terno e gravata são as coisas mais estúpidas que (ainda) existem na face da Terra.

Advertisements

Nem pense em sair daqui, sem comentar!

Please keep your comments polite and on-topic.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

comments

Nossa, como eu odeio terno. Roupa maldita que te enforca e trava todos os seus movimentos. Pode até ser elegante, mas nada prático. E caro. Arg!

Me dá nervoso só de imaginar! Thank god que só preciso usar essas coisas uma vez na vida e outra na morte…

Lobo

02/03/2011

Eu nunca vesti, e ja li em algum lugar q vc n abotoa o colarinho, vc so coloca a gravata e pronto. N me recordo direito onde, caso lembre onde vi comento de novo. Alem do mas arrumar uma camisa q fica boa em mim e uma luta pois n exixte um numero intermediário entre 2 e 3, ja q um fica mais apertado e o outro fica cabendo dois “eus”, terno imagino q será uma luta qdo for comprar.

Luiz

02/03/2011

Odeio.

Mas acho tão sexy :X.

Gui

02/03/2011

Que elegância SG! E trabalheira tbm…

Garoto do interior

02/03/2011

Ih… Deu vontade de ver vc assim… Todo arrumadinho.

Surgi acho chato ter de usar, mas acho especialmente charmosos os caras que usam terno e gravata como se fosse uma coisa natural, uma bermuda e chinelo para eles… Pq tem uns que ficam ou sisudos ou desconfortáveis ou estranhos quando assim vestidos… Para estes, não tem modelo italiano que resolva hehehe.

Xero, SG!

in.Constante

02/03/2011

Concordo plenamente… Só não concordo com o fato de adorar homem vestido assim: Acho elegante, mas não acho sexy, sabe? É meio brochante… Imagina você com um cara vestido assim, digamos voltando de um casamento. Vai que rola uma coisa mais quente entre vocês, e pra tirar aquilo tudo?? No meio do caminho você já perde a animação… haahhahaa
Humor a parte, eu torço para nunca rpecisar usar nada desconfortável que não seja o Jaleco Branco (que, convenhamos, nesse caso há um motivo realmente importante), fora isso, enquanto eu puder usar meu jeans surrado e minhas camisetas, eu fico satisfeito…. 😀

Um abraço, rapaz… Até o próximo

Júlio César Vanelis

02/03/2011

Ai ai…
É tão mais simples ser professor e poder usar isso em ocasiões especiais!
Ponto pra adequação à ocasião!
Bjo!

Jean Borges

03/03/2011