/SOUGAY

/SOUGAY

Gay. Post por post.

You can scroll the shelf using and keys

Boas notícias.

01/04/2011

Voltei ontem de São Paulo. Fui participar de outra temível dinâmica em grupo. Com a diferença de que, desta vez, fui por conta própria. Totalmente “by myself”. Sem ninguém para me acompanhar. Sem ninguém para me receber. Não fiquei na casa da minha tia, porque não quis incomodá-la (do tipo ela me buscar na rodoviária lá na Barra Funda – bem funda mesmo, e se preocupar em me receber em sua casa)… meu tio acabara de fazer um cateterismo no coração. Ainda, visitá-la no Campo Belo seria totalmente fora de rota, e, como não sei muito bem andar por São Paulo de ônibus, resolvi manter-me no itinerário básico “rodoviária – shopping – local da dinâmica – shopping – rodoviária”, para não perder horários (e não me perder).

Assim, eu, de terno e gravata e de mochila nas costas, tive de me virar. Na noite anterior à viagem, entrei no Google Maps, pesquisei rotas, linhas de ônibus e de metrô. Às seis da manhã, desembarquei na Sala VIP da empresa de ônibus, perto da Estação Júlio Prestes. Descansei um pouco e, às oito, caminhei até o Terminal Princesa Isabel. Comprei um Bilhete Único e peguei um ônibus até o Terminal Bandeira. De lá, peguei outro, e desci na Brigadeiro Faria Lima.

Fui olhar as vitrines do Shopping Iguatemi. Tão caras que nem olhei muito, com medo de me cobrarem por isso. Fui procurar um local com internet wi-fi. Encontrei um lugar ótimo, com mesas e tomadas: fiquei algumas horas no Suplicy Cafés Especiais (depois, eles me pagam pelo marketing). Não sou muito fã de café. Mas tive que tomar um espreso doppio, lotado de açúcar, para compensar a noite mal dormida a bordo do ônibus. E para poder usar o ponto de internet.

Mudando de prosa, uma coisa que percebi é o jeito que as pessoas te tratam, quando você está vestindo terno e gravata. É outro jeito. Não tem dessa de “senhor” ou “doutor”. Esse tempo já era. E hoje, ainda mais em SP, usar esse tipo de roupa é extremamente comum. Mas há sorrisos sempre. Tá. Quase sempre. E nunca um olhar de desdém. As pessoas presumem boas coisas. No ônibus, não têm receio de sentar-se ao seu lado, principalmente os idosos e as mulheres. Parece frescura ou algo irrelevante, mas, realmente, a imagem que você transmite, quando se está bem vestido e bem apresentado, é fundamental para a boa vida em comunidade.

A outra boa notícia é que fui aprovado na dinâmica. Aprovado. Palavra que não ouvia há tempos! Mas, enfim. Pelo menos nesta fase, fui aprovado. Tenho ainda um teste oral de inglês, que será feita pelo celular (que vou levar comigo até para o banho), e, se tudo der certo, haverá um painel, que será uma dinâmica em grupo, porém mais difícil. Por último, a entrevista com os diretores da empresa. Se passar por todas as etapas, tcharam! Trainee eu serei.

A propósito, hoje é o dia da mentira. Mas as boas notícias, felizmente, são verdadeiras.

Espero mesmo, que tudo dê certo. Espero que o espreso doppio, a internet grátis, o terno e o trânsito caótico paulistano, tornem-se na minha nova rotina.

Se não der… tudo bem.

Há muitas possibilidades de boas notícias, aqui em Maringá.

Advertisements

Nem pense em sair daqui, sem comentar!

Please keep your comments polite and on-topic.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

comments

Que bom gatinho! Bjo!

Jean Borges

01/04/2011

Tudo VAI dar certo!
😉

beijo

Rodrigo

01/04/2011

Nossa, que orgulho de ti, SG! Andar de terno e gravata não é pra qualquer um não (se seu terno for um Armani, LOL).
Abraços!

Thiago

01/04/2011

Hhuahuaa! É Ricardo Almeida! #lusho!

SG

02/04/2011

Boa sorte no processo!

Mas em Sampa, se você tiver barba, todo mundo te chama de ‘senhor’, não de ‘moço’, mesmo se você tiver 18 anos (tipo eu), haha

Bjo e abraço, o/~

Jovem Urso

02/04/2011

Sucesso em tudo Guri!

Belém, do Pará, torce por Você…

Bjos!

Will

02/04/2011

ainda bem que não ligo para a boa vida em comunidade, porque nem tão cedo serei visto transitando pelas ruas vestido de terno. prefiro meu bom jeans+camista+tênis e quem quiser que me odeie. hehehe
parabéns pela aprovação! e boa sorte nas próximas etapas! SP é mesmo um sonho, por mais maluca que seja a cidade, acho válida a experiência.

[j]

Joe

03/04/2011