/SOUGAY

/SOUGAY

Gay. Post por post.

You can scroll the shelf using and keys

Caça aos homens.

12/07/2011

Peguei minha câmera, montei o tripé, instalei o equipamento no suporte. Tirei a camiseta, coloquei a máquina no modo temporizador e apertei o botão. Pronto. Consegui uma foto atraente para o perfil. Depois, hora de criar um título, uma breve descrição, e preencher dados como estatura, peso, tipo físico, cor dos olhos, preferências e assim por diante. Por último, cliquei em “Salvar”. Estava pronto para a temporada de caça.

Segundo uma reportagem de capa da Veja São Paulo, cerca de 1,3 milhão de paulistanos e paulistanas recorrem a sites de encontros, para fazer novas amizades, encontrar alguém para sexo descartável (ou reciclável) , descobrir a sua metade da laranja ou tudo isso ao mesmo tempo. Eu faço parte desse contingente. Você já deve conhecer (e usar, talvez) o Manhunt, o mais famoso site de encontros voltado para o público gay, no mundo. Eu conheci o portal em 2009, e quero, aqui, compartilhar algumas impressões e experiências que tive, ao longo desses quase dois anos de “caça”.

Uma verdade é verídica: a maioria está apenas querendo sexo. Por mais que você deixe claro em seu perfil de que não quer apenas isso, muitos ainda teimam em mandar-lhe piscadas, liberar fotos íntimas ou enviar mensagens do tipo “A fim de uma real no fds?” Outros até mandam mensagens neutras, como “Curti o seu perfil. Vamos conversar?”. No entanto, quando uma conversa pelo Messenger se inicia, já vêm as perguntas clichê: “Qual o seu peso e altura?” “Qual o tamanho?” “Ativo ou Passivo?” “Pode mostrar mais fotos do seu peitoral?” “Deixa eu ver o seu c…?”

Mas, como toda regra tem exceção (exceto essa), há gente bacana. Uma vez, eu tomei a iniciativa. Gostei de um perfil e decidi mandar uma mensagem. Trocamos nossos MSNs e começamos a bater papo. A conversa fluiu muito bem. Trocamos nossos celulares. Marcamos de ir numa balada. E ele estava tão bonito, vestindo uma camisa polo azul marinho e uma calça branca meio justa ao corpo… Conversa vai, conversa vem, fomos para a pista. E lá, a gente se beijou. Pensa em alguém que foi às nuvens?

BTW, esse rapaz foi o meu primeiro (e único, até agora) namorado. Muitas boas memórias, eu guardo no meu disco rígido (e como eram rígidas algumas partes do corpo dele… #abapha).

O Manhunt também foi um meio de afogar minhas mágoas. Depois que terminei meu namoro, decidi que queria só curtir. Mas não deu muito certo. Acabava sentindo um vazio bem maior que o anterior, quando cada um ia para o seu lado. Quase sempre não compartilhava ideias e interesses mútuos, que dessem chances para, ao menos, uma boa amizade. Apenas era algo ligado a um tesão meia-boca. Não via propósito algum naquilo. Resultado: não afoguei mágoa alguma, e me sentia ainda mais sozinho. Notei que estava seguindo o rumo errado. Não que curtição seja algo errado. Longe disso. Eu é que não me encaixava nesse modelo de conduta.

Entretanto, também notei que não dá para ficar só procurando namorado. Isso não é algo procurado. Acontece. Bloquear qualquer tipo de contato, só porque não se vislumbra algo mais sério, é excluir muitas possibilidades de que algo bacana aconteça. Mesmo que seja apenas um dia de beijos. Ou uma amizade colorida. Dá uma certa frustração, conversar, beijar e perceber que não se sente aquela coisa que dá frio na barriga. Mas faz parte do processo. É preciso tentar. Uma hora, se acerta.

Atualmente, estou numa fase tranquila do Manhunt. Deixo claro que não quero só sexo. Aprecio boas conversas. Desejo amizades que acrescentam. E, se no desenrolar disso tudo, acabar sentindo aquelas cócegas interiores, ótimo. Vamos ver se haverá correspondência. Que é outro lado da história, muito complicada, por sinal.

Depois que adotei essa atitude, conheci poucos mas rapazes muito legais, aqui em São Paulo. Uns não foram adiante. Outros, me ensinaram muita coisa (principalmente sobre o tabu do relacionamento aberto, que passei a enxergar com olhos menos hostis, embora tenha certeza de que não seja algo compatível com a minha personalidade). E um carinha em especial tem me feito muito bem, nos últimos dias. Fazia tempo – muito tempo – que não tinha papos tão bons com alguém. Até ansioso eu fico, para teclar com ele. E você acredita que tenho pensado no garoto, durante o resto do dia? Pra você ver que conhecer pessoas pela internet não é coisa simples e frugal.

Tenho gostado de usar o Manhunt para conhecer novas pessoas. Fazendo um balanço geral, só tive coisas para acrescentar. Basta ter critério, cautela e paciência. Muita paciência.

Tem ainda o lance do blog. Mas aí, isso é assunto para um outro post.

Advertisements

Nem pense em sair daqui, sem comentar!

Please keep your comments polite and on-topic.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

comments

O Manhunt, que fiz um test-drive mês passado, como você explícitou, gera na maioria das vezes em torno de sexo, pura e simples busca de prazer. Para mim foi um pouco desencorajador perceber o quão grande é o número de pessoas que preferem satisfazer um desejo momentaneamente, ao invés de buscar compartilhar uma vivência,e se aprofundar em um relacionamento.
Claro que há excessões, e você foi prova disso, porém para mim, infelizmente essa experiência não foi positiva, no caso no que buscava.
Porém já conheci um namorado pelo orkut, e foi muito interessante, até hoje somos amigos, compartilhamos coisas um com o outro, entre outras coisas.
Somos, como nossos amigos dizem, um exemplo de que nem todos os fins de relacionamento partem para brigas e tudo o que vem com ela.
Beijos

leo

12/07/2011

Que bacana q esta curtindo essa ferramenta, e q tem conhecido pessoas bacanas…
Boa sorte ae kra…
Forte abraço

Ro Fers

12/07/2011

É, eu aprendi bastante também. Engraçado conhecer a teoria, e experimentar a prática de gostar de outra pessoa. Depois que a poeira assentou, creio sentir um misto de receio e curiosidade, de saber o que pode acontecer com outras pessoas. Quem sabe. Mas creio que o saldo seja sempre positivo, se vc usar a tal da cautela e critério. Paciência, ah, essa eu ainda tenho que aprender, mas nada como o tempo para isso. 🙂

David

12/07/2011

Eu nunca.

Gui

12/07/2011

Eu nunca tive boas experiências com o mahunt. Mas não sou do tipo que atira pedras. Desde que todo mundo aja com honestidade, vale tudo. Não é errado querer só sexo, não errado não querer só sexo. Não é errado querer namorar, não é errado querer ficar solteiro.

O importante é saber respeitar seus limites e fazer o que realmente se quer. Ou até ultrapassar os seus limites, desde que sabendo se respeitar.

Não seria capaz de um relacionamento aberto, mas sei que são possíveis e válidos e muitos funcionando por aí. Relacionamentos não tem de ter fórmulas fechadas 😉

E apesar de não ter tido mta sorte com o manhunt, já tive com o disponível e o chat do uol… meu primeiro namoro, que durou 5 anos, foi “achado” no uol. É ser leve, não ficar na busca desesperada por um namoro, relaxar e aproveitar as ferramentas 😉

Xêro!

in.Constante

12/07/2011

Que fofo!
Tenho conta nesse site (Jura?) e de fato é complicado achar alguém legal. E sobre esse rapaz, boa sorte. Espero que dê tudo certo entre vocês (ela está contando os dias até chegar sábado)… haha

RA

13/07/2011

Hahahaha! Vou dizer, no sábado, que você desejou boa sorte a ele. Também estou contando os dias para sábado chegar… ^^

SG

13/07/2011

ela = ele em femme fatalês. kkk

RA

13/07/2011

boa sorte no manhunt, na época q eu fazia sexo eu usava bastante.

Lê Foxx

13/07/2011

ahaha muita paciencia mesmo, amigo. ja desisti dessas ferramentas, pelo menos por um tempo. boa sorte na sua caça, e voce bem sabe que eu torço pra voce encontrar o que tá procurando, como eu frisei no metrô naquele domingo.

agora, qual o lance do blog, quero saber, cade o outro post cade?? =D

[j]

Joe

13/07/2011

Eu estou animado. Vamos ver o que acontece. Obrigado pela torcida!

O outro post está no forno, ainda, gratinando… XD

SG

13/07/2011