/SOUGAY

/SOUGAY

Gay. Post por post.

You can scroll the shelf using and keys

Retrospecto.

06/12/2013

Após ter assistido “Sex And The City 2” pela segunda vez, desta vez no computador, parei pra pensar e perceber o quanto minha vida se modificou, nesses três anos que se passaram, desde quando fui, sozinho, assistir a esse filme, ainda quando morava no Paraná. Até escrevi algo a respeito, aqui.

Naquela época, estava sofrendo pelo término de um relacionamento. E hoje, também estou.

Espera.

Não entendi.

Claro. O que acabei de dizer não deixou claro o fato de três anos terem modificado minha vida. Mas, na verdade, a distinção não está no fato do sofrimento, e sim em como estou lidando com ele.

Antes, eu saía sozinho pela cidade, com meu iPod e meus óculos escuros. Passeava caminhando, sem pressa. Ia ao cinema sozinho. Ia correr no parque.

Hoje, eu saio sozinho pela cidade, com meus fones de ouvido e meus óculos escuros. Passeio caminhando, sem pressa. Vou ao cinema sozinho. Vou correr no parque.

Pode parecer que não mudou muito, o jeito que uso para lidar com minha dor de cotovelo. Ela mudou sim, acredite. Só pelo fato de não ser mais no Paraná. Só pelo fato de não ser mais por aquela pessoa que, em 2010, me fez sofrer. Só pelo fato de que eu envelheci, cresci, conquistei minha liberdade, conquistei novos amigos.

A essência continua a mesma, por isso o jeito de lidar com a solidão não tenha mudado tanto. Porém não sou mais o mesmo.

Por mais que as coisas possam parecer repetidas, experiências desse tipo nunca são idênticas, e nunca deixam legados previsíveis e reproduzíveis.

A boa notícia é que, a cada dia de solidão, descubro partes de mim antes escondidas, e desenvolvo novas perspectivas para que, amanhã, eu seja melhor que hoje e ontem.

Essa é a mudança.

Advertisements

Nem pense em sair daqui, sem comentar!

Please keep your comments polite and on-topic.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

comments

Por que não há mais nada sobre seu ex neste blog? A relação de vocês era linda

Carlos

08/12/2013

Com tantos filmes no mundo, tinha que assistir justo sex and the city 2 para lembrar dos velhos tempos? Haha Eu detesto o seriado com todas as minhas forças, e nunca vi os filmes, mas meus pais tiveram esse (des)prazer antes de mim, e já avisaram para não perder meu tempo. Enfim, eu sei que, simbolicamente, o filme representou algo a mais para você, devido a coincidências com sua vida amorosa. Mas se você tivesse visto em outro momento, talvez concordasse comigo.

Você está fazendo a coisa certa. Refletindo, pensando, imaginando como fazer para seguir adiante. E também disse a verdade: por sermos seres racionais, estamos sempre em transformação. Outro dia, eu, blogayro nato, encontrei um post em outro blog feito por um homem de 37 anos que, na faculdade, se assumia para seus amigos por carta, e hoje reflete em como as coisas mudaram em sua vida. A saída para sair de uma situação complicada e’, simplesmente, agir. Se mexer. Ocupar o tempo com coisas produtivas. E foi isso que fez com que seus últimos três anos tenham sido a fase mais brilhante da sua vida. Dizem que a infância e’ maravilhosa, mas isto não e’ verdade. Como ser alegre se você não e livre e não pode ditar o rumo da própria vida. Mas você já está em um lugar acima, onde, quem sabe, eu alcançarei um dia. Qualquer problema q apareça no seu caminho, você pode, simplesmente, superar. Com a ajuda dos seus amigos.

Meu deus, que texto chato foi esse que eu acabei de escrever? Rs

Gabriel

11/12/2013

Os fatos não se repetem, mas se renovam. E a pessoa muda sem virar outra, amadurece.
Mudar é preciso, amigo (http://dearbenin.blogspot.com.au/2009/05/mudanca.html).
Saudades

[j]

[ joe ]

23/12/2013

Que bom que vc mudou! eu acho que a gente percebe quando estamos evoluindo com a maneira que lidamos com nossos problemas e como as coisas nos atingem! parabens!

Pai Gay

29/12/2013